Quais os erros mais comuns nas portarias de prédios e condomínios e como evitá-los?

28.fev, 2019 |
  • Dicas,
| Nenhum Comentário

O grande fluxo de pessoas, encomendas sendo entregues, moradores pedindo ajuda com as compras, já presenciou uma cena dessas? A portaria é um local que exige atenção e, regras.  A falta de organização da espaço para erros acontecem e podem comprometer a segurança de todos no condomínio.

Ter uma portaria eficiente é possível, mas precisa da ajuda de todos. Por isso, selecionamos alguns erros da portaria que podem ocorrer em qualquer condomínio.

Ausência de regras para funcionamento da portaria

A ausência de normas pode fazer com que em o porteiro, ou até mesmo os moradores  cometam alguns erros, pois o mesmo não terá uma guia para sua rotina de trabalho. Por isso, as regras da portaria devem estar presentes no regimento interno condominial e devem ser apresentadas aos funcionários durante o treinamento.

Não qualificar e orientar o porteiro


A ausência de treinamento do porteiro pode trazer falhas que podem ameaçam a segurança dos moradores, causar constrangimentos ou mesmo brigas entre o funcionário e os moradores. Oferecer um treinamento adequado e ter certeza que o funcionário está qualificado para o trabalho é fundamental. É importante destacar que esse treinamento é de responsabilidade do síndico.

Não investir em equipamentos de segurança
Não investir em equipamentos para segurança de condomínio é um erro que pode custar caro.O porteiro ter à sua disposição câmeras, sistemas de identificação, softwares que facilitem o controle de entrada e saída, ele tem um controle maior da função que está exercendo.

Deixar a portaria aberta
Esse é um erro frequente, principalmente em condomínios que possuem um alto fluxo de pessoas. Porém, esta atitude coloca em risco todos os indivíduos que estão dentro do condomínio.

Abandonar a portaria
A portaria ficar vazia, muitas vezes esse erro acontece justamente porque o porteiro foi desviado da sua função. Em outras situações, o funcionário pode estar em seu intervalo, fumando ou mesmo ter ido ao banheiro.

Por isso, é necessário criar regras para que exista um equilíbrio entre as necessidades do funcionário e as obrigações.

 

Autorizar que o porteiro tenha distrações na portaria
Em prédios mais antigos, é considerado normal o uso de televisão ou mesmo rádio na portaria. Esse tipo de “passatempo” pode dificultar a concentração do porteiro no que é considerado importante: a segurança do condomínio. Além da utilização de celulares durante o período de trabalho que pode causar erros que colocam em risco a segurança dos moradores.

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA