Áreas comuns: quais as obrigações do condomínio?

30.nov, 2018 |
  • Sem categoria,
| Nenhum Comentário

Condomínios com áreas destinadas para lazer e esporte são muito valorizados e muito procurados por aqueles que buscam um lugar para chamar de lar. É por isso que condomínios-clube, que oferecem piscinas, academia, salas de jogos adulto e infantil entre outras áreas estão em alta no mercado imobiliário.

Com todas essas áreas comuns de lazer, o condomínio arca com algumas obrigações. Uma dessas obrigações com as áreas comuns é em relação ao regimento interno, esse documento deve definir as regras para utilizar esses espaços.

Para que seja feito um bom uso das áreas comuns do condomínio outra obrigação do condomínio é divulgar essas regras em diversos lugares, para que todos os moradores tenham acesso.

Outro cuidado importante, de total responsabilidade do condomínio é orientar os funcionários a monitorar o uso das áreas comuns, principalmente áreas frequentadas por crianças e convidados. Por isso, para que não haja estresse e sim muita diversão é preciso gerenciar e cuidar bem destas áreas.

Mas o condomínio é responsável por algo mais? Como melhorar a gestão das áreas comuns do condomínio?

Oriente os moradores sobre o uso

Uma das obrigações do condomínio é manter as áreas comuns em plenas condições de uso. Por isso, cuidar da qualidade da água da piscina é fundamental.

Primeiramente, só devem ter acesso à piscina os moradores que estão com os exames médicos em dia. O acesso de hóspedes e visitas deve ser limitado. Os moradores não podem levar quantos convidados quiserem. É importante lembrar que os convidados também devem apresentar exame médico.

Áreas para lazer infantil

As áreas destinadas para crianças necessitam de mais atenção, afinal, é muito mais fácil que se envolvam em pequenos acidentes como ingerir pequenos brinquedos, ou mesmo tropeçar e machucar um membro.

A primeira regra que o condomínio deve impor é que os pequenos com até 6 anos só possam utilizar estes espaços quando acompanhados de um responsável. Caso exista um pula-pula, o limite é de duas crianças por vez. Determine que tudo que foi retirado do lugar deve ser recolocado no lugar depois da brincadeira.

Invista em tecnologia de software

Um dos problemas que muitos enfrentam é referente a espaços que necessitam de reserva. Em muitos condomínios o uso desses espaços é vetado para moradores inadimplentes, controlar isso sem um sistema de gestão de condomínios é inúmeras vezes mais complicado.

Com um sistema de gestão é muito mais fácil bloquear reservas para esses moradores, com isso não existirão furos na gestão dessas áreas comuns.

Outro benefício trazido por um sistema é em relação à divulgação das regras, ele pode disparar e-mails com o regulamento para os moradores e também anúncios de reformas nas áreas comuns do condomínio ou outros avisos

Gerenciar um condomínio não é uma tarefa fácil, principalmente em condomínios em que existem muitas áreas comuns e de lazer. Mas com essas dicas tudo ficará mais fácil.

Fonte: Condo Brasil

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *