Os primeiros passos para uma reforma

30.nov, 2017 |
  • Dicas,
  • Notícias para Condomínios,
| Nenhum Comentário

Reformar tem seus altos e baixos, mas, uma coisa não pode ter de jeito nenhum: a desorganização, pois uma reforma mal planejada é uma dor de cabeça futura na certa. E, seja a reestruturação parcial ou total do imóvel, é preciso fazer o cronograma, orçamento e projeto.

Por isso que nós separamos tudo detalhadinho para você, que é marinheiro de primeira viagem, e está com medo de se meter em uma fria:

O começo

É umas das etapas mais importantes, pois é aqui que você vai se planejar. Pense porque você quer uma reforma e escreva, mostrando exatamente o que precisa ser mudado para que o arquiteto possa entender seu objetivo.

Profissional

Consultar um profissional é muito importante antes de fazer qualquer coisa. É preciso conversar com um arquiteto ou engenheiro civil para saber se a obra seria viável na sua casa (não adianta se planejar tudo para nada, não é?). E, para isso, é preciso mostrar a eles fotos e a planta original do imóvel. Muita gente fica em dúvida se é preciso mesmo chamar um profissional, porque muitos só querem pintar ou fazer algum revestimento na parede. Mas, se o problema for estrutural, é preciso sim chamar um profissional. E lembre-se: não confie em qualquer um – geralmente, quando a obra é grande, o profissional tem um laudo com o que será feito.

Duração e projeto

Fazer um projeto para obra que vai ocorrer é muito eficiente, porque assim você poderá ter uma noção de quanto tempo ela irá durar (geralmente, no mínimo, 3 meses), e poderá cumprir os prazos. Logo, a partir do momento em que o projeto for feito, a obra começará.

Orçamento e material

Nesta etapa, tudo depende do tamanho do imóvel e dos materiais. Por isso o arquiteto é importante, pois ele vai mostrar os materiais possíveis de acordo com preço e durabilidade. Então, tenha muita calma na hora de escolher o material e priorize o seu custo-benefício.

Autorização

Este é um ponto muito importante, porque toda obra precisa de autorização da prefeitura e do condomínio. Sendo assim, o projeto entra aqui para facilitar a autorização. Caso você seja morador de condomínio, antes de tentar reformar seu apartamento, comunique ao síndico ou até mesmo aos outros moradores, já que, se houver alguma denúncia, o seu projeto será prejudicado.

Por fim, sempre peça uma checklist com um resumo de tudo que foi feito e revise para ver se está tudo certo. A paciência precisa ser sua melhor amiga nessa hora, porque uma reforma não fica boa de um dia para outro!

Gostou? Nos diga sua opinião nos comentários e caso você tenha feito alguma obra, nos dê as suas dicas também! 😃

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA